sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Senado aprova projeto para vacinar meninas contra HPV pelo SUS

Pelo projeto, meninas com entre nove e 13 anos receberão as doses.
Proposta será analisada pela Câmara dos Deputados.

Do G1, em São Paulo
14 comentários

A Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS) aprovou nesta quarta-feira (12) um projeto de lei que propõe a aplicação de vacinas contra o papilomavírus humano (HPV) em meninas com entre nove e 13 anos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A proposta agora será analisada pela Câmara dos Deputados.
O HPV é um vírus sexualmente transmissível responsável pela maior parte dos casos de câncer de colo de útero – por isso é dada prioridade à imunização das mulheres. Ele também pode causar câncer no pênis, no ânus, na boca e na garganta. Nem todos os vírus levam ao câncer – alguns provocam verrugas e feridas nos genitais.
O projeto inicial da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM) era vacinar todas as mulheres entre nove e 40 anos. Porém, a proposta foi alterada pela senadora Marta Suplicy (PT/SP) – antes de deixar o cargo para assumir o Ministério da Cultura.
A vacinação é mais eficaz antes do início da vida sexual das meninas, por isso foi escolhida a faixa etária entre nove e 13 anos. A vacina contra o HPV tem alto custo – somente no primeiro ano, o governo deve gastar cerca de R$ 600 milhões com as doses. Depois, o custo cai para R$ 150 milhões por ano, já que somente as meninas que entrarem na faixa etária deverão receber a vacina.

Sem comentários:

Enviar um comentário