sábado, 13 de novembro de 2021

Luau dos DJ’s neste domingo (14) terá várias atrações na Ilha do Amor

 

A festa vai reunir vários DJ's e cantores em uma noite inesquecível na Ilha

Os DJs Jhonatan Soares e Lenno Mix, do Quarteto Fantástico, preparam para este domingo (14), véspera do feriado da Proclamação da República, o Luau dos DJs, evento que também vai celebrar o aniversário do DJ Kadu, o Menino do Chapéu.

A festa tem hora marcada para começar, às 17h, mas o final será apenas com o nascer do sol, por isso, a recomendação é que todos levem os seus óculos escuros, para amanhecer na melhor festa da domingueira da Ilha do Amor.

A programação vai contar com os shows de Andson Mendonça, Raffa do Piseiro e Vanessa Furacão, além de vários DJs, que vão comandar as músicas direto do Paredão Super Top, maior pressão sonora da capital maranhense.

Serão mais de 10 atrações em 12h de festa, com telões e shows de fogos, em um ambiente seguro e confortável, com área Vip e bares com as mais variadas bebidas a preços especiais.

sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Reviravolta - Fernando Veiga Atleta campeão maranhense absoluto

Reviravolta - Atleta Fernando Veiga longe dos palcos há 5 anos se torna novamente campeão maranhense de fisiculturismo novice, agora Overall em duas categorias , Classic Physique e Mens Physique, ambas campeão absoluto. Agora dá continuidade no trabalho para representar o Maranhão, Brasil a fora.

O atleta conta com o apoio da @dmcfitnessacademia @amaroksuplementos @trajadosslz @lizportasejanelas e @adesivosslz. O atleta relata dificuldade em adquirir patrocínio para o esporte em São Luís. 

Patrocínio

O custo para manter o físico em dias e se destacar é muito alto. As empresas amigas que quiserem apoiar o atleta podem estar entrando em contato pelo Instagram: @veigafernandoc ou pelo WhatsApp  (98)988706585

terça-feira, 17 de agosto de 2021

Futebol e a Revelação da geração Z

O mundo do século XXI é completamente conectado, e temos que acompanhar essa evolução tecnológica no esporte mais precisamente no futebol chega a GERAÇÃO Z, que vem com a facilidade de interação na rede mundial de computadores.  Em um mundo conectado quem souber usar a publicidade eletrônica a seu favor vai sair na frente. Essa geração carrega o contato com o mundo real herdado dos pais com o mundo virtual de sua geração. Ex da Rayssa (Fadinha) medalha de prata nas olimpíadas de Tokio e que ganhou proporções mundiais com seu talento e simpatia.

Descrito por muitos que o viram jogar como  “um tipo especial de atacante, raríssimo no futebol”, é alto, técnico, chuta com os dois pés,  muito veloz e a força física impressiona só de olhar em campo, um verdadeiro pesadelo de qualquer defensor. É com essa genética  que o talentoso

GABRIEL OLIVEIRA herda do Pai  Godan Oliveira que também passou pela base do MAC e encerrou sua carreira muito precocemente.

O Garoto Gabriel foi contrato  pelo MARANHÃO ATLÉTICO CLUBE na última semana. Com apenas 15 anos de idade e que pode desempenhar várias funções com EFICIÊNCIA graças à sua vasta gama de habilidades, o garoto foi descoberto pelo clube em uma peneira para o time profissional onde chamou atenção de todos e sendo imediatamente chamado pelo Técnico RAFAEL que na atualidade é o melhor técnico do Maranhão, estando invicto há mais de 20 partidas. O Gabriel já vem com um curriculum modesto, 3 copa nordeste de futebol de base, sendo destaque aos 12 anos na categoria sub 17.

Só que ganhar os holofotes com tão pouca idade nem sempre é positivo para a carreira de jovens jogadores, que muitas vezes têm que lidar com as pressões para que se tornem grandes astros. Nomes como Pelé e Diego Maradona já jogavam entre os profissionais aos 15 anos, mas nem todo mundo vinga a ponto de vestir a camisa 10 de uma seleção campeã do mundo.

Já está claro que o menino com nome de anjo terá a chance de construir sua própria história nos maiores níveis do futebol.

quinta-feira, 29 de julho de 2021

ASTRASO NA VOTAÇÃO DO NOVO PLANO DIRETOR CAUSA PREJUÍZO DE BILHÕES A SÃO LUIS

 



Movimentos sociais definem a proposta como excludente e benéfica a reprodução ampliada do capital

Será que as disputas políticas são travadas apenas durante o período eleitoral e que, após proclamado o resultado, o interesse coletivo deve prevalecer? Certamente, assim pensa o cidadão, ou seja, independente da sigla partidária, o bem-estar da sociedade é o balizador das ações políticas e administrativas do Poder Público.

Em tese, era o que deveria acontecer, principalmente quando o foco é o Projeto de Lei nº 174/2019, de autoria do Executivo Municipal, que trata do novo Plano Diretor, instrumento básico da política de desenvolvimento e de expansão urbana, obrigatório para as cidades com mais de 20 mil habitantes e que serve de “parâmetro para a verificação do cumprimento da função social das propriedades inseridas nos perímetros urbanos” (art.182 da CF).

Em São Luís, a elaboração do novo Plano Diretor começou em 2015, e o debate teve início em 2019. Porém, recheado de falhas, segundo apontou o Ministério Público Estadual, retornou ao Executivo ano passado na gestão do ex-prefeito Edvaldo Holanda Júnior, onde permanece até a presente data.

A falta de posicionamento, já na gestão do prefeito Eduardo Braide (Podemos), vem prejudicando a cidade de São Luís pela não arrecadação de alguns bilhões de reais. Arcaico e desatualizado, já que a Lei 4.669 foi editada em 2006, a planta de valores da capital, por exemplo, segundo informações técnicas, que hoje é de R$ 14 bi, após atualização da lei, subirá para R$ 180 bilhões.

PRONTA PARA O DEBATE

O Legislativo Municipal, através do presidente da Comissão de Mobilidade Urbana, Regulação Fundiária e Ocupação do Solo Urbano, o vereador Astro de Ogum (PCdoB), vem cobrando o envio do projeto àquela Casa, porém, sem qualquer explicação, o Executivo permanece inerte.

“Ainda estamos aguardando o projeto do Plano Diretor. Não sabemos em qual órgão da Prefeitura ele se encontra, muito embora ele seja o assunto mais importante da atualidade na nossa cidade. Somos uma comissão de cinco vereadores que vai trabalhar com o Plano Diretor de forma macro, inclusive com a presença do Ministério Público. Esta Casa Legislativa precisa fazer o trabalho dela, por isso, precisamos focar para conseguirmos levá-lo a plenário até outubro’, disse Astro.

Lembrando que, além de Astro, compõe a Comissão de Mobilidade Urbana os vereadores Aldir Junior (PL), Paulo Vitor (PCdoB), Octávio Soeiro (Podemos) e Ribeiro Neto (PMN). Dos cinco, três não estiveram no palanque do atual prefeito, mas, certamente, essa não deve ser a razão que vem atrapalhando o envio do PL para a retomada do debate no Legislativo Municipal, já que a assertiva apontada ao início do texto deve ser fomentada por grandes gestores, há exemplo do prefeito Eduardo Braide.

A elaboração do Plano Diretor está disposta no art. 40, §4º, I, do Estatuto da Cidade (Lei nº 10.257/2001), devendo ser revisado a cada década. É nele que encontramos o conjunto de propostas para o futuro desenvolvimento dos usos do solo urbano, das redes de infraestrutura e de elementos fundamentais da estrutura urbana.

A principal função do Plano Diretor é assegurar o bem-estar geral, de modo a preservar o meio ambiente, promover qualidade de vida para a população e garantir desenvolvimento urbano sustentável para a cidade. Para tal, a participação da população na elaboração do Plano Diretor é de extrema relevância, visando à identificação, aos estudos e às melhorias para os diversos pontos.

ATRASO NA DISCUSSÃO
Em 2015, quando teve início o processo de revisão do PD, objetivava-se fazer apenas alguns ajustes no texto sobre o Macrozoneamento Ambiental, discussão e aprovação imediata da lei de zoneamento, parcelamento, uso e ocupação do solo, complementar ao Plano Diretor, índices e usos urbanísticos, dividindo a cidade em zonas ou áreas.

Na época, o processo previa oito audiências, no entanto o Ministério Público Estadual e a sociedade civil pediram um número maior e mais divulgação. A Prefeitura acatou e estabeleceu 15 audiências, destas, 13 foram realizadas, mas mesmo assim todo o processo foi cancelado pelo Parquet, que determinou uma discussão mais ampla.

O PD de fato foi rediscutido por órgãos e membros da Prefeitura e de outros setores da sociedade em reuniões técnicas no Conselho da Cidade (CONCID) e, após alguns meses da entrega do projeto pelo então prefeito Edivaldo Holanda ao Presidente da Câmara dos Vereadores Osmar Filho (PDT), ocorreu mais pressão para ampliar ainda mais a discussão, o que foi acatado pelos vereadores.

PRIVATIVO E EXCLUDENTE
Após realização das audiências, metade na zona urbana e a outra na zona rural, os movimentos sociais não pouparam criticas ao documento elaborado pelo Executivo, com ênfase para a transformação de grande parte da zona rural em urbana, visando atender aos interesses do capital imobiliário local e do capital financeiro estrangeiro.

“Além da indecente e criminosa supressão da zona rural, a não definição de Zonas Especiais de Interesse Social (ZEIS), um instrumento urbanístico de inclusão social que nunca foi regulamentado na cidade; uma redelimitação grotesca nas áreas de dunas no litoral norte; a mudança de zona de metade do Sítio Santa Eulália é uma vergonha, razão pela qual defendemos que a proposta do novo Plano Diretor de São Luís, chamado de ‘estratégico’ pelo prefeito não representa as necessidades reais da população. Ao contrário, é excludente e visa à privatização de novos espaços para a reprodução ampliada do capital”, disse o professor universitário Luiz Eduardo Neves dos Santos, em artigo publicado no Esquerda Online.

OMISSÕES TÉCNICAS–
Diante de muitas reclamações, o Ministério Público entregou algumas preposições à Comissão de Constituição e Justiça – CCJ da CMSL. Na avaliação do promotor de justiça, Fernando Barreto (Meio Ambiente), o projeto de lei contém “omissões técnicas e equívocos legais”, o que poderá resultar na rejeição integral do Plano Diretor ou na judicialização com possível declaração de nulidade.

Barreto recomendou que à Câmara de Vereadores devolvesse o projeto ao Executivo para a correção das falhas, sobretudo as relacionadas com os mapas de macrozoneamento, bem como fazer o convite para o Conselho de Arquitetura e Urbanismo acompanhar essa fase do processo legislativo, evitando as inconformidades técnicas detectadas.

Um dos problemas mais graves apontados pelo MPE foi quanto ao mapa de macrozoneamento ambiental, que reconhece como edificáveis áreas de dunas que foram indevidamente ocupadas e cujas construções encontram-se, em grande parte, judicializadas nos âmbitos da Justiça federal e da estadual. “O reconhecimento de que áreas de dunas foram indevidamente objeto de edificações e que, mesmo assim, seriam agora classificadas como edificáveis esbarra na Súmula nº 613 do Superior Tribunal de Justiça, que veda o fato consumado em matéria ambiental”, observou

terça-feira, 29 de junho de 2021

Atletas do Maranhão , se preparam para futuras competições Brasil a fora

Jean Gabriel Lemos e Fernando Veiga se preparam para futuras competições Brasil a fora ,no momento a competição alvo é o Mr Olympia amador , atletas relatam dificuldade em arrumar patrocínios para representar o nosso estado. O esporte se torna muito caro por ser de alto nível e com certeza esses dois são promessas para o fisiculturismo maranhense. Gabriel Lemos já é experiente e vem competindo desde 2020 já o Fernando promete está em altíssimo nível nesse seu retorno após 4 anos longe do esporte.

Quem quiser acompanhar os dois o Instagram deles é @veigafernandoc 

@gabriiellemo


s_



sexta-feira, 11 de junho de 2021

Jhardell & Rafaela é atração confirmada no LOVE FUNK neste sábado 12.


Os influenciadores e artistas Jhardell Medeiros e Rafaela Mafra são atrações confirmada no evento mais comentado da ilha do amor, vestindo a marca DHAFNNY STORE, neste sábado 12 dia dos namorados, junto com outros artistas como Dj wolff, Dj Darlan e Dj Cibele. A noite promete muito (diz Jhardel ex Banda Reprise)  diretamente do Rio De Janeiro; tô muito feliz com o convite vai ser uma energia massa, diz Rafaela Mafra (ex Banda My love) fazendo sucesso por onde passa em sua carreira solo.

segunda-feira, 7 de junho de 2021

DICAS DE SEGURANÇA NO MEIO AQUÁTICO


⚠️⚠️Fique atento às orientações dos Guarda-vidas:⚠️⚠️📢📢📢 

1. Rios de corredeiras: NÃO ENTRE e se embarcado USE COLETE SALVA-VIDAS.

2. Rios sem corredeiras: água no máximo a altura dos JOELHOS ou utilize colete salva-vidas. A profundidade pode aumentar rapidamente.

3. Supervisão: o tempo todo por pessoa que saiba ajudar, e NUNCA entre na água alcoolizado ou mergulhando de cabeça.

4. Se estiver em perigo: mantenha a calma, FLUTUE e ACENE por socorro e NÃO nade contra a correnteza.

5. Se for ajudar: NÃO ENTRE na água para salvar, LIGUE 193, JOGUE material flutuante e aguarde um profissional chegar.

Artigo do governador Flávio Dino: 'Um pacto verde pelo Brasil'



No dia 5 de junho celebramos o Dia Mundial do Meio Ambiente. Data que reforça a urgência de concretizarmos caminhos de desenvolvimento nacional com sustentabilidade, sobretudo diante dos graves dados sobre o desmatamento no Brasil nos últimos meses.

Além dos desafios impostos pela Covid-19, vemos as consequências desse enorme desequilíbrio. Enquanto em um quadrante do país observa-se crise nos recursos hídricos, que resulta em maiores custos à população pelo aumento do preço da energia, em outra ponta, parte da região amazônica tem sofrido com o aumento do volume de água de seus rios, fenômeno bem mais frequente nos últimos 20 anos. Os prejuízos perpassam desde o aumento da circulação de doenças, volumosas perdas na economia e famílias inteiras expostas à destruição e ao abandono de suas casas, em meio à maior crise sanitária que o país já enfrentou.

Diante desse cenário, algumas perguntas devem ser feitas: o grande desequilíbrio entre inundações e insuficiência hídrica tem relação com os efeitos das mudanças climáticas decorrentes da ação humana? O que o Governo Federal está fazendo realmente para mitigar os impactos de fenômenos como esses? E o que pode ser feito para converter o ativo estratégico que é a biodiversidade brasileira em um agente promotor de direitos para a população?

Estas questões levaram o Consórcio Interestadual da Amazônia Legal, sob liderança dos 9 governadores da região, a apresentar o Plano de Recuperação Verde (PRV). Queremos reforçar a convergência por uma economia verde e buscar o enfrentamento tanto de problemas ambientais como socioeconômicos nos estados que compõem a Amazônia Legal, inclusive o Maranhão. Nossa capacidade de proteger as riquezas naturais fortalece a soberania nacional e amplia oportunidades para a população.

Assim, o PRV propõe uma carteira de programas ancorados em quatro eixos: combate ao desmatamento ilegal; desenvolvimento produtivo sustentável; tecnologia verde e capacitação; e infraestrutura verde. O PRV tem por objetivo decisivo a geração de trabalho e renda para os quase 30 milhões de brasileiros que vivem na Amazônia Legal, pois se cuida de um pressuposto fundamental: sustentabilidade abrange, de modo inseparável, as dimensões ambiental e social.

Aqui no Maranhão também temos atuado fortemente. Criamos a Escola Ambiental com foco na formação profissional e sensibilização socioambiental, a fim de fomentar a geração de emprego e renda de forma sustentável, ao tempo em que reduzimos impactos ambientais de atividades produtivas. A Escola Ambiental é parte da execução do Plano Estadual de Educação Ambiental, que lançamos em 2018 no Maranhão.

Instituímos, ainda, o Programa Agente Jovem Ambiental, destinado ao incentivo a atividades comunitárias por jovens entre 16 e 21 anos egressos ou matriculados no Ensino Médio em escola pública, a partir de apoio financeiro repassado pelo Estado. 2.000 jovens receberão auxílio mensal para contribuir com o trabalho de mobilização e de educação ambiental em suas comunidades.

Todo esse trabalho será reforçado por um marco regulatório estadual acerca das mudanças climáticas, da gestão de ativos ambientais e da redução das emissões de gases de efeito estufa – o Sistema Jurisdicional de REDD+ e PSA do Estado do Maranhão. Enviamos esta semana para a Assembleia Legislativa do Maranhão, o Projeto de Lei que cria o Sistema, prevendo metas prioritárias com foco em uma economia verde.

Não tenho dúvidas de que o conjunto de ações que temos adotado no Maranhão consolida-se também como importante vetor para a captação de recursos financeiros, inclusive internacionais, para promoção de ações de mitigação à mudança do clima e de sustentabilidade. São recursos extremamente necessários, em especial no contexto marcado pelos difíceis reflexos da pandemia da Covid-19 na economia nacional. Superando equívocos, omissões ou ações criminosas, que marcam a hora presente do país, é possível trabalharmos por um projeto de verdadeiro desenvolvimento para o Maranhão e para o Brasil.

Instituto Dica Ferreira e SES realizam ação de testagem gratuita com a aplicação de 150 testes de Covid-19 na comunidade Bom Jesus

 

 

O Instituto Dica Ferreira e Secretaria de Estado da Saúde (SES), iniciaram neste sábado (5), a aplicação gratuita de testes rápidos de Covid-19, nas comunidades do Pólo Coroadinho, em São Luís. A primeira ação de testagem aconteceu na Igreja Bom Jesus e aplicou 150 testes.

O objetivo da ação, que é inédita no Polo Coroadinho, uma das dez maiores comunidades periféricas do Brasil, é garantir acesso aos moradores do Pólo Coroadinho e reduzir os casos de subnotificação. “A testagem em massa é importante por ser uma política pública emergente, sendo uma ferramenta de controle da pandemia. Pois enquanto a pessoa não sabe se tem a doença, pode transmitir o vírus para outras pessoas. Sabe-se que ainda não há vacina para todos, uma vez que esta deveria ser a política efetiva contra a Covid-19. A testagem para todos também perpassa por essa perspectiva”, ressalta Tatiana Pereira, membro da direção do Instituto Dica Ferreira.

A aposentada Iracy Teixeira foi uma das 150 pessoas que realizaram o teste para Covid-19 e destacou a importância da ação de testagem gratuita. “Às vezes nós podemos está com o vírus e está assintomática e aí podemos passar o vírus para outras pessoas. Então é muito importante fazer o teste”, disse.

Para o Instituto Dica Ferreira, realizar a testagem em massa é uma ação que contribui para diminuir casos mais graves, assim como possibilita que as pessoas que contraírem o vírus possam manter o isolamento, reduzindo a circulação do vírus, além de buscar atendimento de saúde logo que identificada a contaminação.

“Reduzir a distância do acesso a essa importante política pública de saúde para todos e todas é um direito. Assim, a periferia permanece na luta para garantir o acesso a testagem e reduzir os casos de subnotificação, uma vez que isso afeta diretamente o distanciamento social. Por vezes, as pessoas não usam máscara e não sabem que estão transmitindo o vírus. Além da crise sanitária, existe também a crise econômica e social. Nesse sentido, outro fator que tem atingido a comunidade é a fome, desafiando a sobrevivência de muitas famílias, que nesse cenário não têm outra alternativa a não ser sair de casa em busca do sustento”, ressaltou o presidente do Instituto, Alexsandro Pereira.

No Polo Coroadinho, segundo dados da SES, há 470 casos ativos, sendo destes, 267 no Coroadinho, 99 no Dom Sebastião/Parque dos Nobres/ Parque Timbira; 80 no Bom Jesus; 13 na Salina Sacavem e 11 na Vila dos Frades.

A ação de testagem gratuita continuará nos próximos sábados em outras comunidades do Pólo Coroadinho, aplicando ao todo, 500 testes rápidos.

Veja mais registros da ação de testagem:

domingo, 6 de junho de 2021

Maranhão faz mutirão de vacinação de 24 horas atendendo adultos a partir de 38 anos

 


Evento, em formato drive-thru, foi batizado "Arraial de Vacinação"

vacinação em drive-thru no maranhão

O Estado do Maranhão terá mais de 24 horas de aplicação ininterrupta de vacinas contra a Covid-19 neste fim de semana. Chamado de 'Arraial de Vacinação', o evento, em formato drive-thru, vai atender adultos a partir de 38 anos.

Segundo o Governo do Estado, o drive-thru começa a funcionar às 8h deste sábado (5) e segue até o meio-dia do domingo (6). O atendimento será no estacionamento do Pátio Norte Shopping, na estrada de São José de Ribamar.

O público-alvo são pessoas com idade a partir de 38 anos, moradoras das cidades de São José de Ribamar e Paço do Lumiar. É obrigatório apresentar documento com foto, comprovante de residência, cartão do SUS e cartão de vacinação.

Para marcar a temática junina, haverá grupos culturais se apresentando no drive-thru.

Na última quarta-feira (2), o Estado iniciou 'força-tarefa' com objetivo de aplicar 100 mil doses de vacinas em 11 cidades.

imagem de divulgação do arraial da vacinação

Serviço

"Arraial de Vacinação", com drive-thru durante mais de 24 horas

Quem pode se vacinar: adultos a partir de 38 anos moradores das cidades de São José de Ribamar e Paço do Lumiar

Quando: neste sábado (5), a partir das 8 horas

Local: Estacionamento do Pátio Norte Shopping – Estrada de Ribamar (MA-201), km 5, Bairro Saramanta

sexta-feira, 4 de junho de 2021

Rede Municipal chega a 100% da taxa de ocupação em leitos de UTI



A Rede Municipal de Saúde de São Luís chegou a 100% da taxa de ocupação dos leitos de UTI destinados a Covid-19, segundo o último boletim da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), divulgado nesta quinta-feira (3).

Ao todo, a rede municipal disponibiliza 40 leitos de UTI e 80 leitos clínicos, que chegou a 40 leitos ocupados, o que representa 50% de ocupação, incluindo os leitos de suporte avançado.

terça-feira, 1 de junho de 2021

Governo inicia força-tarefa para aplicar 100 mil doses de vacina contra a Covid-19


Governo inicia força-tarefa para aplicar 100 mil doses de vacina contra a Covid-19

O Governo do Maranhão deu início, nesta terça-feira (1º), à força-tarefa que vai intensificar a vacinação contra a Covid-19 em onze municípios maranhenses. O objetivo é, ao longo da semana, realizar a aplicação de 100 mil doses de vacina. Para marcar o início da ação, o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, esteve no início da manhã no drive-thru localizado no estacionamento do Pátio Norte Shopping, um dos pontos de imunização do Governo, na Grande Ilha.

A proposta da ação é, com o auxílio aos municípios e respeitando o público-alvo definido em cada cidade, acelerar a vacinação. “Estamos dando início a uma grande ação, que vai impactar positivamente no andamento do processo de imunização dos maranhenses contra a Covid-19. No estado inteiro, estamos vacinando em média 10 mil pessoas por dia, com o incentivo do Governo. A ideia é aumentar essa média. Esse é mais um esforço que a gestão estadual faz para proteger o mais rápido possível a população”, destacou Carlos Lula.  

Para a ação, o drive-thru no estacionamento do Pátio Norte Shopping, que aplicou 11.392 doses na primeira edição, foi reaberto pelo Governo do Estado. O equipamento auxilia na vacinação de moradores de São José de Ribamar e Paço do Lumiar. “O Estado tem feito o esforço de complementar e auxiliar o trabalho dos municípios, e essa ação vai nesse sentido. Estamos aproveitando a reabertura deste espaço para dar início a esta grande força-tarefa”, acrescentou o presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), Marcos Grande.  

Na Grande Ilha, além do drive-thru no estacionamento do Pátio Norte Shopping, para pessoas com idade a partir de 49 anos, o Governo do Estado disponibiliza à população outros dois pontos de vacinação: na Unidade de Promoção da Saúde SESI Araçagi, também para pessoas a partir de 49 anos; e no Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA/ Cintra) para profissionais de empresas de comunicação e indústria. 

A ação acontece simultaneamente nos municípios de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Bacabal, Timon, Santa Inês, Caxias, Codó, Açailândia, Coroatá e Imperatriz. “É importante que as pessoas se informem sobre o público-alvo que está sendo vacinado em cada município. É esse público que a nossa força-tarefa deseja alcançar para, assim, avançarmos na imunização de outros segmentos da população”, explicou o secretário Carlos Lula.   

Para a vacinação, é necessário apresentar documento de identificação com foto, CPF, cartão de vacinação, cartão SUS e um comprovante de residência. Em São Luís, os profissionais de empresas de comunicação e da indústria devem apresentar também o último contracheque ou registro profissional (DRT).