Roseana Sarney, Lobão e gastão Vieira com o ex-diretor da Petrobras que vai depor hoje à CPI. Ele pode entregar todo mundo
Roseana Sarney, Lobão e gastão Vieira com o ex-diretor da Petrobras que vai depor hoje à CPI. Ele pode entregar todo mundo


A depender do que for dito pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa,  hoje (17) em depoimento na CPI da Petrobras, a governadora Roseana Sarney pode ficar em maus lençóis.
Segundo informa o Jornal Correio Braziliense, após o  depoimento do ex-diretor da Petrobras, integrantes da CPI se organizam para pedir a convocação dos governadores citados nas reportagens do fim de semana, em especial, o do Ceará, Cid Gomes (Pros), e a do Maranhão, Roseana Sarney.
Roseana Sarney  negou que tenha algum envolvimento com o escândalo da Petrobras, mas nos bastidores o pai dela, senador José Sarney, age para que haja um esvaziamento da sessão que ouvirá Costa. A cúpula peemedebista trabalha para que a sessão seja fechada.
O Ministro Edison Lobão, único auxiliar do governo Dilma denunciado por Paulo Roberto Costa, também está apreensivo. Se Paulo Roberto decidir dar mais detalhes sobre o envolvimento dele no esquema de corrupção da Petrobras, a situação do ministro ficará insustentável.
Enquanto isso, Dilma já teria  em mãos documentos que provam por A mais B a culpa de Lobão no escândalo. A presidente só estaria aguardando o depoimento de Paulo Roberto Costa para assinar a demissão dele.
Pelo jeito vai ser um dia tenso para o grupo Sarney.